Como ocorre a restituição da bolsa de medicina no Fundo Areguá

por | out 16, 2023 | Blog | 0 Comentários

Você já ouviu falar no Fundo Areguá? Esta incrível entidade está fazendo a diferença na vida de estudantes da Santa Casa da Misericórdia de São Paulo, proporcionando bolsas de estudo de medicina para aqueles que sonham em seguir essa carreira, mas talvez não tenham os recursos financeiros necessários. 

No entanto, você pode estar se perguntando como exatamente funciona o processo de restituição dessas bolsas de estudo. Aqui está o que você precisa saber:

Quando começa a restituição?

Ao contrário de outros sistemas de financiamento estudantil, os estudantes que recebem bolsas do Fundo Areguá começam a pagar somente após se formarem. Isso significa que eles podem focar em seus estudos durante a graduação sem a pressão de ter que pagar durante esse período.

Qual é o prazo de restituição?

Quando os alunos se formam, eles têm um prazo de até 1,5x, ou seja, ele multiplica o tempo que usou a bolsa por 1,5x e o resultado é a quantidade de tempo que ele tem pra pagar. 

Isso significa que se um aluno usou a bolsa por 5 anos, terá depois de formado 7,5 anos para pagar. Outro exemplo, é o estudante começou a usar no 4º ano, usou por 3 anos, depois de formado terá 4,5 anos para pagar.

Essa flexibilidade ajuda a aliviar a carga financeira dos recém-formados, permitindo que eles estabeleçam suas carreiras antes de começarem a pagar.

Confira também: Entenda como funciona e os benefícios da Bolsa Restituível!

Como é calculada a restituição da bolsa estudantil?

O valor da restituição é ajustado de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o que significa que não há juros bancários envolvidos. Isso torna o processo mais transparente e acessível para os estudantes.

Por que a restituição é importante?

A restituição é fundamental para garantir a continuidade da doação de bolsas do Fundo Areguá! 

Atualmente, a entidade tem 20 bolsistas e 10 formandos. Desses formandos, 2 já terminaram de pagar suas restituições, o que significa que 8 ainda estão em processo de pagamento.

Esses 8 formandos estarão financiando as bolsas de estudo de medicina  de 4 novos estudantes, o que demonstra a importância da restituição para a sustentabilidade do programa.

No futuro, espera-se que a restituição cubra uma parte significativa das bolsas, tornando o Fundo Areguá cada vez mais autossustentável. 

Além disso, o período de restituição foi estruturado de modo a garantir que os próprios bolsistas possam pagar com seus próprios recursos, sem depender de seus pais ou responsáveis.

Os diretores do Fundo Areguá, tanto o executivo quanto o financeiro, são ex-alunos do programa e enfatizam que os graduados da Fundação Santa Casa têm boas oportunidades de plantão. 

Com o valor de apenas dois dias de plantão, eles conseguem cobrir um mês de restituição. Isso mostra como o modelo do Fundo Areguá é eficaz e está possibilitando que os estudantes realizem seus sonhos de se tornarem médicos.

O Fundo Areguá é um exemplo notável de como a comunidade pode se unir para apoiar estudantes de medicina, e a restituição desempenha um papel fundamental para que esse modelo beneficie mais e mais estudantes ao longo do tempo.

Se você está interessado em bolsas de estudo na Faculdade de Medicina da Santa Casa, o Fundo Areguá é uma ótima opção a ser considerada. 

Além de receber o apoio financeiro que você precisa, você também estará contribuindo para um ciclo virtuoso de oportunidades para futuros estudantes de medicina.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *